"Flores para um mundo em desalento"

Em tempos de violência globalizada em que germinam inexplicáveis círculos, quis expressar uma revolta silenciosa. Essas 42 flores em nanquim, dispostas lado a lado, significam milhares de vítimas e outras tantas milhares de pessoas que choram suas perdas nas 42 nações mais violentas do planeta. A minha mensagem é que, onde quer que elas estejam, sempre haverá quem com elas se solidarize. São, portanto, minhas flores para ajudar a curar a desesperança de um mundo em desalento. 2015